Capitólio-Minas Gerais

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Fala galera!!! Ano novo entrando e viagens novas saindo. Dessa vez resolvi passar a virada de ano em Capitólio Minas Gerais e foi um decisão acertada.

Breve comentário.

Diferente das outras viagens que faço essa eu fui de excursão e com roteiro todo definido pela empresa que fechei o pacote, apesar de não ser o jeito que estou acostumado, achei bem legal a programação do pessoal da “Juiz de Fora Ecoturismo”.

Conselho: não precisa ficar em Capitólio para fazer os passeios, pois a hospedagem é mais cara e também você precisa de carro para ir aos pontos turísticos. Uma boa cidade base seria Piumhi, infraestrutura boa e é bem próximo das atrações. Piumhi dista 22km de Capitólio. Piumhi tem Rib’s Hotel, Hotel Faria, Stalo Hotel e Hostel Recanto Mineiro.

O que mudaria na viagem?

Ficamos hospedados em Pains e achei longe de Capitólio, mais de 60 km de distância e a cidade não oferece muita estrutura, mas tirando isso nada a reclamar.

A viagem

Capitólio fica a cerca de 470km de Juiz de Fora e é uma viagem longa e cansativa. Saímos de Juiz de Fora no dia 28/12 às 23h e chegamos por volta de 7:00h do dia 29/12 em Pains. Foi o tempo de deixar as coisas no hotel e já saímos para o primeiro dia de passeio.
Estávamos com roteiro defino todos os dias e no primeiro dia fomos a Cachoeira Diquadinha II e III, Mirante dos Cânions e parte superior da Cachoeira Diquadinha I.

A cachoeira e os cânions são coisas de outro mundo. As cachoeiras tem pequenos poços que dão para se refrescar e as quedas d’água são muito bonitas. Dei sorte de ir em época de chuva e as quedas estavam com um volume maior de água, o que deixou as paisagens ainda mais bonitas. O cânion eu nem preciso descrever, as fotos falam por si só. A tarde, depois que saímos dos cânions fomos a parte superior da cachoeira Diquadinha I.

Um ponto curioso das duas cachoeiras que existem no cânion é que a Cachoeira Diquadinha I se forma pelas águas das Cachoeiras Diquadinha II e III. A outra cachoeira é temporária e só existe na época de maior volume de água.

No segundo dia fizemos o passeio de lancha e visitamos a Cachoeira do Filó. O passeio de lancha custa R$70,00 por pessoa. Nesse passeio visitamos a Cachoeira Lagoa Azul rapidamente, visitamos o cânion na parte de baixo, Vale dos Tucanos e voltamos ao ponto de origem. Na parte de baixo do cânion tivemos um tempo para nadar e tirar fotos, já nos outros pontos ficamos apenas na lancha. O passeio é bem legal e vale a pena fazer, o que não foi agradável, é que caiu uma chuva no final do passeio, mas nada que tenha comprometido.

Paramos na Cachoeira do Filó a tarde, mas devido ao alto volume de água e também a correnteza, estava impróprio para banho. Não acho que valeu tanto a visita por causa disso, mas a beleza da cachoeira não deixou a desejar.

No terceiro dia ficamos o dia todo no Eco Parque. O Eco Parque é um complexo com várias cachoeiras e piscinas naturais e paga-se R$ 35,00 de taxa de visitação e lá tem um bar que os visitantes podem consumir porções e bebidas. Como já disse anteriormente, fui a Capitólio na época de chuva e isso apesar de deixar os lugares mais bonitos, também deixava alguns locais impróprios para banho devido a correnteza. No Eco Parque existem 8 piscinas naturais, mas apenas 2 estavam aptas a banho, mas isso não estragou o passeio.

Achei o Eco Parque muito bonito e nele possuía algumas trilhas que levaram a uma visão fantástica dos cânions. O local rendeu ótimas fotos.

No quarto e último dia fizemos outro passeio de lancha onde visitamos novamente a Cachoeira Lagoa Azul e os paredões de Furnas, dessa vez teve tempo para banho e fotos nas duas paradas. A Cachoeira Lagoa Azul possui duas quedas d’água e na primeira queda forma o poço que dá nome ao local, para visitar esse poço é cobrado uma taxa de R$30,00. Na segunda parte do passeio paramos próximo a um dos paredões do lago de Furnas e pudemos entrar na água, é incrível a coloração esverdeada do local.

Visão geral sobre o passeio.

No segundo dia eu não visitaria a Cachoeira do Filó, pois não podia entrar na água.
No terceiro dia não precisava ser o dia inteiro no Eco Parque também. Como a maioria dos locais estavam impróprios para a visitação, poderia ter ido a outros lugares que não conhecemos.
OBS: essas mudanças que eu sugeri não quer dizer que não gostei dos passeios.

Dicas úteis

Na região de Capitólio existem muitas cachoeiras e atrações que não são divulgadas pela grande mídia. Conversando com pessoas em Piumhi e Pains descobri que em São Roque de Minas existem muitas cachoeiras e trilhas bonitas. Essas informações são ideais de se pegar com a população local. Em Pains há muitas grutas que foram formadas pela extração de calcário da região e isso quase não é divulgado.

Contato Juiz de Fora Ecoturismo

www.juizdeforaecoturismo.com.br

Cristiano: 31 99222-4153

Douglas: 32 99987-3682

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

10 comments

  1. Que bacana Igor!
    Vc ficou muito antenado em tudo. Eu não me lembrava do nome de quase nada rsrs Lugares indescritíveis. Vale lembrar que no Ecoparque não tem muita infraestrutura, tipo marimbondo no banheiro, muito desleixado pelo preço que cobram…achei o lugar belíssimo, mas tudo muito caro e detalhe, passamos mal com a comida. Mas o pessoal do ecoturismo, embora jovens, mandam muito bem, são muito profissionais! Já agendei a próxima viagem à São Tomé das letras com eles. Amei!

    1. Eu procurei guardar os nomes de tudo pra poder escrever aqui no blog kkkk.
      Eu não cheguei a pedir nada no bar e nem ir ao banheiro, por isso não relatei aqui.
      Almocei próximo de lá e com o preço super justo, mas é super válido esse seu comentário pois mostra aos leitores o outro lado que eu não percebi.
      Muito obrigado Sol e um Feliz 2018!

  2. Igor… Estou apaixonada! Lugar maravilhoso! Quero conhecer. Obrigada pelas dicas e pela lindas fotos. Em breve farei um relato da minha viagem pra vc. Bjos…

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *