Como planejar um roteiro de viagem?

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

A resposta dessa pergunta pode parecer muito simples, mas se pegarmos para analisar, ela não tem uma resposta específica. A parte de roteirizar uma viagem é muito complexa, cada pessoa tem um gosto diferente e a criação desse roteiro vai de acordo com o gosto de cada um.

Eu sou um cara que gosta muito de natureza e esportes de aventura, mas ao mesmo tempo gosto de viagens históricas. Uma pessoa que gosta da agitação e festas que o local pode proporcionar, não se encaixaria no meu estilo preferido de viagem.

O lugar perfeito de viagem para mim pode não ser o mesmo que para vocês. Um local que eu gosto muito e daria para encaixar numa viagem de alguém que goste de natureza com uma pessoa que gosta do agito da cidade grande é o Rio de Janeiro, mas o roteiro dessas duas pessoas seria diferente.

Qual cidade desejo visitar?

Todo roteiro inicia pela escolha do local que irá ser visitado. Isso pode parecer muito simples, mas no fundo é uma escolha complicada. A cidade desejada pode não ter atrações suficientes ou então ter muita coisa para ser visitada pelo seu tempo de estadia lá.

Qual lugar você gosta de ir?

Para começar a definir um local de viagem, primeiro filtre os tipos de locais que você gosta de visitar. Praia, vilarejo pé de serra, metrópole, museu, cidade histórica, etc.

Quando ir?

Existem diversos lugares que tem a data específica para ir. Não adianta querer ir para Machu Picchu em janeiro que é a época de chuva.

Muitas pessoas só podem viajar na época de férias escolares e isso geralmente aumenta o preço das passagens aéreas e hotéis.

 Quanto de grana você terá?

Não adianta querer viajar para Miami tendo menos de $50,00 para gastar por dia. Essa conta de menos de $50,00 por dia se encaixa muito bem em certos países asiáticos como a Tailândia.

Montar o roteiro!

Definido o local agora é pesquisar as atrações que envolvem essa cidade.

Pesquise muito sobre transporte público, custo de passeios e custo de aluguel de carro. Em muitos lugares da pra você usar o transporte público em tudo e ainda sai mais em conta que a locação de um carro, mas ao mesmo tempo o carro te da uma liberdade de definir seu roteiro.

Pesquisar em blogs de viagem atrações turísticas e valores que as envolvem ajuda muito. Um blog pioneiro nisso é o Viaje na Viagem, ele tem roteiros completos que incluem valores e isso facilita muito na hora de organizar tudo.

Quando viajei para Curitiba eu tinha o seguinte pensamento: terei apenas 3 dias para conhecer a cidade e isso inclui um passeio de trem que envolve um dia completo. A partir disso eu defini os locais que iria no dia da minha chegada e nos dias posteriores. Como não viajei sozinho, tive que ser flexível nas escolhas dos pontos turísticos. Tinha como objetivo ir a Arena da Baixada e ir ao passeio de trem, tirando isso eu estava flexível com tudo.

Minha dica é ver o que é realmente importante para se visitar e deixar a cidade que você está te surpreender com locais que você não imaginava. As vezes temos muitas surpresas

Imprevistos acontecem

Galera infelizmente o roteiro nunca sai como planejado, sempre você deixa de visitar alguma atração desejada por algum motivo de obras, meteorológico ou até mesmo falta de tempo.

Montar um roteiro não é uma ciência exata e saiba que você poderá ter alguns imprevistos.

Nesse meu primeiro post no site eu descrevi qual seria meu roteiro em Curitiba mas como vocês podem perceber nesse meu segundo post, nem tudo foi como planejado.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *