O que um tatuador precisa fazer para ser juiz nas convenções de tatuagens? Descubra com o artista South Gama

Xenia Tyrson
Xenia Tyrson 293 Views 3 Min Read
South Gama

Muitos tatuadores desejam ser reconhecidos pelas convenções. À vista disso, o artista Carlos Otavio Gama, ou ,South Gama entende que é interessante saber o que um tatuador precisa fazer para ser convidado para ser juiz em uma convenção sobre tatuagens. Quer saber os pré-requisitos para tal posto? Continue lendo e confira. 

O que são convenções de tatuagens?

Segundo o especialista em tatuagens South Gama, as convenções de tatuagens compreendem um grande evento no qual os tatuadores e piercers podem mostrar o seu trabalho para o público, expondo os mesmos em vitrines ou realizando uma demonstração em stands montados para o evento. 

Portanto, assim como qualquer outro workshop, esses eventos costumam contar com a presença de tatuadores profissionais que demonstram novas técnicas que outros tatuadores possam aprender, além de possuir diversos juízes para avaliar o trabalho realizado pelos participantes e os premiarem de acordo com suas respectivas classificações. 

O que é preciso para se tornar um juiz de convenção de tatuagem? 

Desse modo, como comenta o artista plástico Carlos Otavio Gama, que já atuou como juiz em algumas convenções de tatuagens, há alguns pré-requisitos que a equipe responsável pela organização do evento leva em consideração para convidar um tatuador para ser juiz no mesmo. 

Logo, os pré-requisitos que um juiz desse tipo de evento deve preencher são ter uma longa experiência no mercado em questão; conhecer e dominar diversas técnicas de desenhos; conhecer a qualidade dos materiais disponíveis no mercado; não agir com conflito de interesses com nenhum participante; e acatar todas as responsabilidades concedidas a ele. 

Como funcionam essas convenções? 

Por fim, como aponta o tatuador South Gama, visto que os workshops de pet shops precisam de cães voluntários para que os tosadores possam apresentar seus serviços ao público, as convenções de tatuagem também precisam de voluntários para que os tatuadores possam apresentar sua arte. 

Esses voluntários são chamados de “pele” ou “telas”, e são pessoas que autorizam que os tatuadores participantes das competições do evento possam realizar as tatuagens que quiserem na parte do corpo acordada entre ambos. Para ser “tela” é preciso que o indivíduo já tenha feito tatuagens antes, e que não possua nenhum problema comprometedor de saúde. 

Quer saber mais sobre as convenções de tatuagens? Entre em contato com o Carlos Otavio Gama – South Gama através do instagram: @southgama_artist ou pelo whatsapp: (11) 94343-0997.

Share this Article
Leave a comment