Cordões de Identificação: Tudo o que você precisa saber

Giampiero Rosmo
Giampiero Rosmo 48 Views 12 Min Read

Quando falamos em cordões de identificação, muitas pessoas podem pensar apenas nos crachás de empresas ou eventos. Mas, na verdade, esses cordões têm evoluído bastante e hoje em dia representam muito mais do que isso. Vamos falar sobre os diferentes tipos de cordões de identificação, seus significados, como o cordão de girassol, por exemplo, os benefícios e como eles podem ser solicitados ou adquiridos. Além disso, vamos dar dicas sobre as prioridades em viagens de ônibus e avião para quem usa cordões de identificação específicos.

Cordão de girassol
O cordão de girassol foi criado no Reino Unido em 2016 pela Hidden Disabilities Sunflower Scheme. Ele é utilizado para identificar pessoas com deficiências ocultas, como autismo, demência, dificuldades de aprendizado, entre outras. A ideia surgiu para facilitar a identificação dessas pessoas em ambientes públicos, garantindo que elas recebam a ajuda necessária sem precisar explicar sua condição.

Cores e desenhos:

Verde com estampas de girassóis amarelos.
Significado:

O girassol foi escolhido por ser uma flor que busca a luz, simbolizando a necessidade de atenção e suporte.
Benefícios:

Maior entendimento e paciência do público e dos funcionários em locais públicos.
Atendimento prioritário e personalizado.
Redução do estresse e ansiedade para a pessoa com deficiência oculta.
Como adquirir:

O recomendado é somente comprar e utilizar o cordão de girassol após comprovada a deficiência oculta.
Pode ser solicitado em aeroportos, grandes estações de trem e algumas lojas e supermercados.
Algumas ONGs e associações também distribuem esses cordões gratuitamente ou a baixo custo.
Existem sites específicos onde é possível comprar o cordão, como o próprio site da Hidden Disabilities Sunflower.
Cordão para autismo
O cordão de autismo geralmente é azul ou possui desenhos de quebra-cabeças coloridos, representando a complexidade e o espectro do autismo. Ele ajuda a identificar pessoas com TEA (Transtorno do Espectro Autista) para que possam receber o suporte adequado.

Cores e desenhos:

Azul com peças de quebra-cabeça de várias cores.
Significado:

A cor azul foi escolhida pela ONU para representar o autismo, simbolizando a calma e a segurança.
O quebra-cabeça simboliza a complexidade do espectro autista.
Benefícios:

Facilita a comunicação e o entendimento das necessidades específicas de pessoas com TEA.
Pode garantir atendimento prioritário em diversos serviços.
Ajuda a reduzir a sobrecarga sensorial e o estresse em ambientes movimentados.
Como adquirir:

Disponível em algumas farmácias, lojas de artigos para saúde, e através de ONGs especializadas em autismo.
Muitas instituições educacionais e de saúde oferecem esses cordões gratuitamente para seus pacientes ou alunos.
Cordão para deficiência auditiva
Este cordão é usado para indicar que a pessoa possui alguma deficiência auditiva, facilitando a comunicação em ambientes públicos.

Cores e desenhos:

Geralmente azul ou vermelho com ícones de orelhas riscadas.
Significado:

Identificação clara da deficiência auditiva para que os outros saibam que a pessoa pode precisar de comunicação por meio de escrita, sinais ou fala mais clara.
Benefícios:

Melhor entendimento e adaptação da comunicação.
Acesso a serviços de tradução em locais públicos.
Redução de mal-entendidos e frustrações em interações diárias.
Como adquirir:

Pode ser solicitado em associações de surdos, clínicas de audição ou comprado em lojas especializadas.
Algumas instituições públicas também oferecem esses cordões para facilitar a acessibilidade.
Cordão para deficiência visual
Esse cordão é utilizado para identificar pessoas com deficiência visual,seja ela parcial ou total, garantindo que recebam a assistência adequada.

Cores e desenhos:

Amarelo ou laranja com ícones de olhos riscados, símbolos táteis ou ícone de pessoa com uso do bastão bengala.
Significado:

Ajuda a sinalizar que a pessoa pode precisar de auxílio para se locomover ou orientação em ambientes públicos.
Benefícios:

Maior segurança e autonomia para a pessoa com deficiência visual.
Assistência prioritária em locais públicos e transportes.
Facilita a navegação em ambientes desconhecidos.
Como adquirir:

Disponível através de instituições que atendem deficientes visuais, como associações de cegos e lojas especializadas.
Algumas ONGs oferecem esses cordões gratuitamente ou a baixo custo.
Cordão de alergias
Este cordão é utilizado para alertar sobre alergias graves, como a alergia a amendoim, glúten ou medicamentos.

Cores e desenhos:

Vermelho ou branco com símbolos de alerta e textos informativos sobre a alergia.
Significado:

Proporciona informação imediata e vital sobre a condição alérgica da pessoa, essencial em emergências.
Benefícios:

Rápido reconhecimento da alergia, permitindo intervenções rápidas e adequadas.
Redução de riscos em situações de emergência médica.
Facilita a comunicação de condições de saúde críticas em locais públicos.
Como adquirir:

Disponível em farmácias, lojas de artigos médicos e através de pedidos em sites especializados.
Algumas associações de alergia e anafilaxia oferecem esses cordões para aumentar a segurança de seus associados.
Cordão para diabetes
Este cordão identifica pessoas com diabetes, ajudando a alertar sobre a condição em caso de emergências médicas.

Cores e desenhos:

Azul com símbolos de alerta e textos informativos sobre a condição diabética.
Significado:

Indicação clara de que a pessoa pode precisar de assistência médica rápida devido a hipoglicemia ou hiperglicemia.
Benefícios:

Acelera a identificação da condição em emergências, permitindo intervenções adequadas.
Reduz o risco de complicações médicas graves.
Facilita o suporte por parte de profissionais de saúde e pessoas ao redor.
Como adquirir:

Pode ser encontrado em farmácias, lojas de produtos médicos e através de associações de diabetes.
Alguns hospitais e clínicas de diabetes oferecem esses cordões a seus pacientes.
Cordão para doença de alzheimer
Este cordão é usado para identificar pessoas com Alzheimer, ajudando a garantir que recebam a assistência necessária em situações de desorientação ou confusão.

Cores e desenhos:

Roxo com textos informativos e símbolos relacionados à doença.
Significado:

Sinaliza que a pessoa pode precisar de ajuda devido à perda de memória ou confusão.
Benefícios:

Facilita a assistência e o cuidado por parte de cuidadores e profissionais de saúde.
Aumenta a segurança da pessoa em ambientes públicos.
Ajuda a evitar situações de perigo devido à desorientação.
Como adquirir:

Disponível através de associações de Alzheimer, clínicas de geriatria e lojas especializadas.
Algumas ONGs oferecem esses cordões gratuitamente para pacientes diagnosticados.
Cordão para doenças crônicas
Este cordão é utilizado por pessoas com doenças crônicas, como doenças cardíacas, asma ou epilepsia, alertando sobre a necessidade de cuidados específicos.

Cores e desenhos:

Verde ou vermelho com textos informativos e símbolos de alerta.
Significado:

Indica que a pessoa pode precisar de atenção médica devido a uma condição crônica.
Benefícios:

Melhora a resposta em emergências médicas.
Aumenta a conscientização e compreensão das necessidades de saúde da pessoa.
Reduz o tempo de resposta para intervenções médicas apropriadas.
Como adquirir:

Pode ser encontrado em farmácias, lojas de artigos médicos e através de associações específicas para cada doença.
Hospitais e clínicas também podem fornecer esses cordões a pacientes diagnosticados.
Prioridades em viagens de ônibus e avião
Para quem utiliza esses cordões, é importante saber que existem algumas prioridades garantidas, especialmente em transportes públicos.

No ônibus:

Prioridade para assentos reservados.
Assistência dos motoristas e cobradores em caso de necessidade.
Maior paciência e suporte por parte dos funcionários e passageiros.
No avião:

Embarque prioritário.
Possibilidade de assistência extra durante o voo e nos aeroportos.
Acesso facilitado a equipamentos e serviços de suporte, como cadeiras de rodas e guias visuais.
Dicas práticas
Aqui vão algumas dicas rápidas para quem utiliza ou deseja utilizar cordões de identificação:

Solicitação: Verifique com antecedência se o local que você disponibiliza cordões de identificação.
Documentação: Leve sempre uma documentação que comprove sua condição, caso seja necessário.
Comunicação: Ao viajar, informe a companhia de transporte sobre sua condição para que possam prestar o suporte necessário.
Visibilidade: Use o cordão de maneira visível para facilitar o reconhecimento e o suporte por parte dos funcionários e do público.
Informação: Sempre tenha informações de contato de alguém que possa ser chamado em caso de emergência.
Passagem de ônibus e avião
Os cordões de identificação desempenham um papel crucial no suporte a pessoas com necessidades especiais durante viagens. Seja em ônibus ou avião, esses cordões garantem que as necessidades dos passageiros não apenas sejam reconhecidas, mas também devidamente atendidas, proporcionando uma experiência de viagem mais segura e confortável.

Passagem de ônibus:

Assentos reservados: Usuários de cordões de identificação têm prioridade em assentos especialmente reservados, que são mais acessíveis e convenientemente localizados para facilitar a entrada e saída.
Assistência personalizada: Motoristas e cobradores são treinados para oferecer assistência específica, como ajudar na acomodação e na navegação dentro do veículo.
Comunicação efetiva: Informações sobre a rota e paradas são comunicadas de forma clara, considerando as necessidades do passageiro, como maior volume ou comunicação visual para pessoas com deficiência auditiva.
Em avião:

Embarque prioritário: Passageiros com cordões de identificação podem embarcar antes dos demais, proporcionando mais tempo para se acomodar e guardar a bagagem sem pressa.
Assistência durante o voo: As companhias aéreas oferecem assistência personalizada durante o voo, como ajudar na movimentação pela cabine, explicar procedimentos de segurança de forma individual e atender necessidades específicas relacionadas à alimentação ou medicação.
Suporte nos aeroportos: Desde o check-in até o desembarque, assistência especial está disponível para guiar os passageiros através de processos de segurança, encontrar portões de embarque e facilitar a retirada de bagagens.
Informações acessíveis: As informações sobre o voo e serviços são oferecidas em formatos acessíveis, incluindo anúncios auditivos claros e detalhados, e, quando necessário, assistência visual ou tátil.
Benefícios adicionais:

Tranquilidade: Saber que haverá suporte disponível reduz a ansiedade e o estresse associados à navegação em ambientes desconhecidos ou movimentados.
Segurança: A presença de assistência especializada garante a segurança dos passageiros, especialmente em situações de emergência ou quando condições de saúde específicas requerem atenção rápida.
Eficiência: O processo de viagem se torna mais eficiente e menos demorado, permitindo que pessoas com necessidades especiais viajem com a mesma facilidade que os demais passageiros.
Essas iniciativas de prioridade e suporte não apenas cumprem regulamentações de acessibilidade, mas também promovem uma cultura de inclusão e respeito, garantindo que todos os passageiros possam desfrutar de uma experiência de viagem digna e confortável.

Ao utilizar os cordões de identificação, passageiros com necessidades especiais têm suas condições reconhecidas de maneira discreta e eficaz, assegurando que a assistência necessária seja prontamente fornecida.

Share This Article
Leave a comment